Paris…

29/09/2011

A semana de moda de Paris começou na terça-feira (27/09). Pedro Lourenço, que desfilou na Galerie Saint-Honoré, passeou bem entre o conceitual e o comercial (embora a crítica especializada tenha enxergado um quê de Balenciaga…), onde vestidos foram inspirados em prédios espelhados, usando elementos que misturavam o urbano com o natural.

Para a Mugler, Nicola Formichetti, diretor criativo da marca, mostrou peças com muitos recortes e uma cartela de cores de neutros, brancos e brilhos. E Gareth Pugh combinou branco e preto de uma maneira futurista, aliando-os a metalizados e roxo.

Nicolas Ghesquière, estilista da Balenciaga, trabalhou os tecidos de diferentes texturas e pesos, unindo os tecnológicos aos nobres…

Nesta temporada Pedro Lourenço mostrou uma coleção muito mais comercial – ou “usável”, como ele prefere dizer.

Continuou usando o couro – material sobre o qual tem pleno domínio – principalmente em calças super bem cortadas, mas aliou-o a peças feitas com pele, combinadas a transparências (os contrastes de peso, como vimos muito aqui no Brasil). Chamaram a atenção os sapatos e botas brancos (todos desenhados por Alexandre Birman), que apareceram também nas passarelas da Balmain e Isabel Marant, além dos vestidos de mangas longas, calças skinny e tops de malha. A cartela de cores trazia branco, preto, nude e cores cores vivas, como amarelo, vermelho, azul e fúccia.

No twitter, os maiores comentários foram acerca da capa de iPad presa por um tipo de algema presa nos braços das modelos.

O estilista brasileiro Pedro Lourenço, filho dos também estilistas Glória Coelho e Reinaldo Lourenço, desfilou pela primeira vez em Paris, num concorrido evento paralelo ao calendário oficial da Semana de Moda de Paris outono-inverno 2010/11, no Hotel Westin.

Inspiradas na obra de Oscar Niemeyer e em Diana, a deusa da caça, sua coleção agradou os críticos de moda, mostrando uma mulher guerreira, com um quê futurista, escorando-se em construções arquitetônicas das peças estruturadas, muito bem confeccionadas.

Pedro e Reinaldo Lourenço

O estilista Pedro Lourenço, 19 anos, filho dos estilistas Gloria Coelho e Reinaldo Lourenço, vai estrear no circuito de moda internacional: ele fará seu primeiro desfile em Nova York, em fevereiro, durante a semana de moda.

Pedro Lourenço assinou sua primeira coleção com apenas 12 anos de idade, em 2003, criando a coleção Outono-inverno da Carlota Joakina, a segunda marca de Glória Coelho, sua mãe.

%d blogueiros gostam disto: