A versão brasileira do Fashion’s Night Out – evento criado por Anna Wintour, diretora da Vogue americana em 2009 – acontece hoje em São Paulo (e amanhã no Rio de Janeiro). Participam do evento os Shoppings Cidade Jardim e Pátio Higienópolis e lojas dos Jardins, próximo à rua Oscar Freire, que ficam abertos até a meia-noite de hoje e prepararam várias ações para seus clientes…

Shopping Cidade Jardim:

Vale a pena passar na Alexandre de Paris (loja de acessórios para o cabelo), que terá cabelereiros à disposição das clientes que querem provar as peças e um presente especial para quem comprar.

Para quem gosta de jóias, Ara Vartanian terá um ourives para mostrar a montagem das joias para os clientes, além de destinar parte das vendas dessa noite para 2 ONGs brasileiras, Noicarolina dá a chance para que seus clientes levem suas joias para serem avaliadas um ourives e usá-las como parte do pagamento de novas peças e a Vivara lança um berloque de coruja de prata (símbolo do FNO brasileiro).

A Chanel por sua vez, coloca à disposição maquiadores para ajudarem no teste dos novos batons da grife e no uso de outros itens de maquiagem, com direito a foto do look final! E a Korres, nova linha de maquiagem da marca grega que chega no Brasil em outubro, vai mostrar todos os produtos que estão vindo, também com a ajuda de um maquiador.  Além disso, também será lançado o Yogurt Cooling Gel, o famoso pós-sol da Korres.

A estilista Cris Barros criou uma coleção de camisetas estampadas especialmente para o evento, e a designer Francesca Romana Diana vai ajudar a customizar peças de sua coleção de acessórios. E as grifes francesas Longchamp e Louis Vuitton oferecem em suas lojas um coquetel para apresentar as novas bolsas, que também estréia o serviço Mon Monogram Small Leather Goods, (você pode mandar pintar seu monogramase em carteiras e outros acessórios da grife).

Na Livraria da Vila, às 20h, tem palestra sobre história da moda no Brasil com João Braga e Luis Andre do Prado, e na SUB tem desfile (pelos corredores do shopping) para apresentar os biquínis da coleção de verão. Depois disso tudo, se você cansar, pode terminar suas compras na Daslu e ganhar uma massagem com profissionais da Luiza Sato.

Região da rua Oscar Freire:

Dior lança a coleção de delineadores adesivos Velvet Eyes e novos modelos de bolsas, além de rolar provas de make na loja. Mas antes passe na Zwilling e ganhe um design de sobrancelhas feita por profissionais da marca Tweezerman.

Shopping Pátio Higienópolis:

Será inaugurada a nova loja da Carolina Hererra durante o Fashion´s Night Out e a Swatch sorteará o relógio Full Blooded na versão branca com desenho de caveira.

Guerra pelo luxo

22/08/2011

Parece que o chamado “Quadrilátero do Luxo” está perdendo cada vez mais grifes que estavam exclusivamente ali instaladas. Dessa vez é a Cartier, que anunciou a abertura da flagship da marca no Cidade Jardim em 2012. O fechamento da loja da Haddock Lobo não foi confirmado mas, pelo que se tem notícia, o espaço nos Jardins não será mais ocupado. Além disso, está prevista uma expansão de lojas em shoppings, a exemplo de sua concorrente Tiffany. Até a Dior, tradicional no bairro, abrirá loja também no Cidade Jardim.

A verdade é que nesse ano diversas grifes anunciaram sua chegada no Brasil, caso da Balmain, Lanvin e Balenciaga. E, em 2012, com a abertura do JK, do grupo Iguatemi, outras grifes aportarão por aqui (ou se expandirão), como a Topshop e a Gucci. E um Cidade Jardim menor também deverá ser erguido, conforme anunciado pela JHSF.

Mas o charme da Oscar Freire ainda seduz muita gente – além de atrair turistas, que se aglomeram nos cafés e restaurantes. Então vamos esperar os próximos movimentos para ver quem vai vencer essa batalha no final…

Minha dica para esse final de semana é o restaurante Italy (Rua Oscar Freire, 450 – Jardins, Tel. 3167-7489), nova empreitada de Paulo Barros (Due Cuochi) e Paulo Kress (Kaá) no endereço que abrigou uma das filiais do General Prime Burger. A casa tem três andares e conta com elevador, termocirculador, mesas num terraço suspenso e monitores de TV espalhados pelos salões (os clientes podem acompanhar o que se passa na massaria e no fogão). Recém aberto, o Italy abre com 110 lugares funcionando em dois pisos, mas dentro de um mês começa a funcionar o garden, um terraço na cobertura do edifício com ombrellones e mesas para acomodar mais 40 pessoas. A espera será confortável, em espaço que conta com bar, sofás e poltronas.

Segundo Paulo Barros, o espírito é de um restaurante casual, já que a idéia é justamente oferecer comida italiana rústica: muitas massas, poucas carnes e um carrinho de antepastos inspirado.

As pastas estão divididas em frescas al uovo (de galinha caipira), secas de grano duro, recheadas e outras que vão ao forno, oferecidas em  31 opções (30 delas feitas na casa e no dia – as de fio são preparadas pela manhã, as recheadas moldadas no momento em que o cliente faz o pedido) O espaguete, por exemplo, pode ser cortado na chitarra ou importado (justamente a única massa que não é fabricada na casa). E o rigatoni caseiro e o pici são feitos num torchio de bronze manual.

São pouquíssimas carnes, que aparecem apenas como prato do dia: coelho, bacalhau, pato, uma opção por dia. Há, ainda focaccias e risotos, tudo preparado sob o comando do chef florentino Giancarlo Marchegiane (ex-Terraço Itália).

E simpatia máxima da casa: todas as meses receberão uma cestinha com pães, foccacias e grissinis feitos na casa e um pouco de azeite, que serão oferecidos como cortesia.

%d blogueiros gostam disto: