Começa amanhã, no prédio da Bienal, a edição do verão 2011 da SPFW, que terá 39 desfiles até a próxima 2a. feira, dia 14/06. Quem abre o evento é a Tufi Duek (não é mais Forum, que volta a ser uma marca em si), e o encerramento fica mais uma vez para o estilista André Lima, que costuma fechar as edições com seus lindos e “grandiosos” vestidos. É em São Paulo que as tendências aparecem de fato (as passarelas do Rio ficaram apenas “amornaram” os ânimos, pura falta de novidade…).

Uma das inspirações de André Lima: a obra "Plasticomplex of Cacophony + Velocity", de Giacomo Balla, de 1914

As principais notícias, por enquanto, são a volta de Gisele Bündchen às passarelas da Colcci, que desfila pela primeira vez depois do nascimento de seu filho Benjamin há 6 meses, ao lado do ator Reynaldo Gianecchini, do domingo (13/06). Outras tops brasileiras presentes serão Michelle Alves, para a grife de moda praia Água de Coco (cuja inspiração serão os Patrimônios da Humanidade da Unesco) e Raquel Zimmermann, para Animale.

Água de Coco e os "Patrimônios da Humanidade no Brasil"

Haverá, ainda, a presença de “celebridades” e tops internacionais, como Paris Hilton para a Triton (na 5a. feira, dia 10), ao lado do ator Jonatas Faro), a tcheca Eva Herzigova pra Adriana Degreas, Chanel Iman para Rosa Chá (que promete “bombar” a Bienal com a presença ao vivo da banda Stop Play Moon).

Inspiração nos anos 70, de Adriana Degreas

Cia Marítima, segundo divulgado, trará 10 grandes nomes pra sua passarela; o time será coroado pela presença da top brasileira Isabeli Fontana, que será exclusiva da marca. Será também a estréia da grife de beachwear de Adriana Degreas na SPFW, além de nomes jovens como os de Fernanda Yamamoto (moda feminina) e João Pimenta (masculina).

Haverá, infelizmente, baixas importantes nesta edição do evento: Huis Clos, e sua segunda marca Maria Garcia, além da Carlota Joakina (segunda marca de Gloria Coelho). E algumas marcas escolheram locações fora da Bienal para montar suas passarelas, caso da Cavalera (que desfila na Casa Panamericana, no Alto de Pinheiros), da Neon (que desfila no Complexo Desportivo Baby Barioni, no bairro da Água Branca, prometendo um desfile com pegada “surfe glam-urbano” na piscina do local), e a Do Estilista, de Marcelo Sommer (também na Água Branca, desta vez na casa noturna Villa Country, em um desfile de sotaque cigano.

O baile de debutante da grife Cavalera, que completa 15 anos!!

O estilista brasileiro Pedro Lourenço, filho dos também estilistas Glória Coelho e Reinaldo Lourenço, desfilou pela primeira vez em Paris, num concorrido evento paralelo ao calendário oficial da Semana de Moda de Paris outono-inverno 2010/11, no Hotel Westin.

Inspiradas na obra de Oscar Niemeyer e em Diana, a deusa da caça, sua coleção agradou os críticos de moda, mostrando uma mulher guerreira, com um quê futurista, escorando-se em construções arquitetônicas das peças estruturadas, muito bem confeccionadas.

A LOOL, uma loja super transada de acessórios, reabriu as portas no Shopping Iguatemi, com uma nova loja super bacana, e já com a a coleção de invernonas prateleiras! E agora, além de tudo de super bom gosto que já tinha, ainda tem novidades: Glória Coelho, Regina Dabdab e Anna Boogie, alén das peças de Daniela Cutait, Juliana Jabour, Raphael Falci, Ana Khouri, entre outros.

 A trilha sonora era meio “futurista”, o cenário e a passarela imitavam um teto solar, tudo para entrar no clima do tema escolhido, o uso consciente de energia e moda. Foi assim, com roupas em tons metálicos (prata, branco, rosa e dourado), que Glória Coelho apresentou sua coleção outono-inverno 2010. Os looks, em sua maioria, foram criados com tiras aplicadas sobre organza transparente, além do uso das plumas que apareceram em casacões, que podem ser usados como vestidos.

Entraram na passarela bonitas jaquetas e saias de zibeline e cetim, que misturavam o esportivo em looks mais formais, depois as construções de fitas, para então passar aos vestidos em pregas de cetim e, finalmente, os looks em plumas (verdadeiras ou recortadas em organza), tudo em cores que iam do off white, passando por um tom esmaecido, até chegar ao rosé.

Destaque para a composição dos looks, sempre acompanhados de meias finas claras que tinham um fio atrás e na frente, além das golas em espirais. E boa aposta é o belo casaco de plumas, um belo substituto aos casacos de pele…

Marcela Calmon e Renata Salles foram atrás da história de Frankenstein para montar a coleção do inverno 2010 da Filhas de Gaia.

Infelizmente cairam num déjà vu: Nicolas Ghesquiere já fez para Balenciaga, Alexandre Herchcovitch já fez, Gloria Coelho também já fez, além das próprias estilistas, que também já tinham feito as tais peças estruturadas, tridimensionais. O mundo fashion está cansado dessa silhueta, já mostrada tantas e tantas vezes!

As estampas florais eram bonitas, mas ficaram com cara de antigas diante da estruturação das peças, bem como do material encorpado, das saias tipo ampulheta (que, inclusive, já tinham aparecido no verão). Entraram na passarela o azul bem forte e o tom de pele, em vestidos retangulares, curtos e ajustados, com tiras de tecidos super rígidos, que até que não eram de todo mal. Veio até mesmo uma transparência em um vestido, que até que se saiu bem.

 

A estilista Gloria Coelho promove hoje coquetel de lançamento de acessórios da grife Butler & Wilson, a partir das 19hs, na loja da Rua Bela Cintra, 2.173.

A marca inglesa comemorou seus 40 anos no dia 12 de novembro em grande estilo, com uma superfesta no KOKO, em Camden, Londres, com o tema “Studio 54 in Brazil”, unindo o agito do clube à animação brasileira. Além disso, Wilson lançou um livro para marcar os 40 anos da marca de joias.

Fotos: divulgação

Pedro e Reinaldo Lourenço

O estilista Pedro Lourenço, 19 anos, filho dos estilistas Gloria Coelho e Reinaldo Lourenço, vai estrear no circuito de moda internacional: ele fará seu primeiro desfile em Nova York, em fevereiro, durante a semana de moda.

Pedro Lourenço assinou sua primeira coleção com apenas 12 anos de idade, em 2003, criando a coleção Outono-inverno da Carlota Joakina, a segunda marca de Glória Coelho, sua mãe.

%d blogueiros gostam disto: