A coleção da Burberry, de autoria de Christopher Bailey exaltou artesanato com tressês de ráfia e bordados de contas, num mix de africanismo (light) e tradição londrina. O desfile foi transmitido em tempo real, no que Bailey chamou de “tweetwalk show”, atualizando os internautas ao vivo, via Twitter.

Um coquetel na loja da marca do Iguatemi transmitiu o show, concomitante com outras lojas do mundo, como Nova York e Hong Kong…

Anúncios

London Calling

25/09/2010

A Semana de Moda de Londres teve como ponto alto o desfile da Burbery e seu desfile no Chelsea College of Art and Design. Na primeira fila, Alexa Chung (apresentadora da MTV), Douglas Booth, Sarah Jessica Parker, Serena Williams e Andy Murray; nas passarelas, saltos gigantes e muitos tropeços…

Modelos envoltas em vestidos de couro de cobra justíssimos, jaquetas e mini-casacos ricamente adornados com tachas e espinhos metalizados, tentavam não despencar da altura de seus saltos. Tudo muito rock glam-chique! Richard Nicoll, por sua vez, inspirou-se no setentismo futurista do casal Angie e David Bowie, década explorada também por Giles. Já as modelos de Mathew Williamson desfilaram muitas franjas, que entraram dançando e balançando nas passarelas. E teve, também, a realeza-pop de Christopher Kane.

As coleções, em geral, inspiraram-se entre a tendência rocker e a bossa do final dos anos 70, adicionadas de pitadas étnicas e praianas, como no desfile da Issa, da brasileira Daniela Helayel, e seus modelos de renda.

A Semana de Moda de Londres estava meio sem graça, sem o glamour de Paris e Milão, até o desfile da Burberry, que trouxe mais pompa ao evento. Na sua apresentação estavam reunidos o melhor da imprensa internacional de moda (inclusive a toda poderosa da Vogue USA, Anna Wintour) e muitas celebridades. Além disso, trouxe a mais avançada tecnologia à semana de moda, com a transmissão ao vivo pela internet e, pela primeira vez no mundo, mostrar um show de moda em 3D, nas cidades de Nova York, Paris, Tóquio e Dubai.

Na última semana de moda nova iorquina, várias marcas já haviam transmitido seus shows pela internet, mas não com todo esse avanço. Aliás, imediatamente todas as peças da coleção da Burberry já estavam à venda na web, para acalmar os consumidores mais afoitos. E essa foi uma coleção que juntou feminilidade e poder, unindo vestidos de renda justos ou soltinhos, sempre com viés sensual, cobertos por lindos casacos e jaquetas de golas bem amplas de inspiração militar. Merecem destaque as botas de cano alto e as bolsas.

Vale ressaltar que a semana de moda continua sendo um ótimo ambiente para grifes jovens, bastante inovadoras e ousadas. Mathew Williamson, Christopher Kane, Peter Pilotto, Vivienne Westwood Red Label e Erdem fizeram boas apostas na passarela: silhuetas mais estruturadas, detalhes mais românticos, florais, muita sensualidade e requinte.

Os brasileiros também marcaram presença em Londres: Bruno Basso (Basso and Brooke), Daniella Helayel (Issa) e Inácio Ribeiro (Clements Ribeiro), e fizeram boas apresentações, em especial a Basso and Brooke, com seu belo trabalho em texturas e estamparia.

Clements Ribeiro

Basso and Brooke

Issa

Christopher Kane

Burberry

%d blogueiros gostam disto: