A locomotiva da Louis Vuitton encerrou a Semana de Moda de Paris em grande estilo, trazendo de volta o luxo característico do evento, aposentado por algumas edições por causa da crise econômica que assolou o mundo!!

A temporada outono-inverno 2012/2013 foi marcada pela fantasia e pelo humor: Stella McCartney sport-chic moderna, a diva da Lanvin, a cigana da Chanel, cowgirl fetichista da Givenchy ou a nerd da Balenciaga. E foi marcada também pela “permissão” para usar o kitch: evolução do cafona para atual, autorização em grande estilo, assinada pelas grandes grifes.

Após anos mostrando o básico e minimalista, a moda assinalou o retorno do luxo, do over, do maximalismo, como que incentivando o consumo através da fartura…

Anúncios

A Semana de Moda de Paris continua bem humorada… Agora a surpresa partiu da Louis Vuitton que colocou um trem na passarela, em pleno pátio do museu do Louvre, que foi transformado numa estação. Sobre saltos altíssimos, as modelos desceram na plataforma, seguidas por carregadores com malas nas mãos.

Os casacos longos – lindos – acompanhados de belas bolsas compunham os looks dessas modelos idealizadas por Marc Jacobs, que pretende usar o lindo trem em uma “pop-up store” da marca. Completando os looks do desfile, as modelos mostraram saias compridas sobre calças e casacos com botões cintilantes.

O desfile agradou ao público, cujo destaque ficou para celebridades como Catherine e Sarah Jessica Parker.

A semana de moda de Londres, que aconteceu no final de setembro, mostrou para os apaixonados por moda que os ingleses conseguem unir moda e arte e fugir do comercial e convencional, conceito puro! E não poderia ser diferente quando se trata de decoração…

É que a Inglaterra, um dos berços da pop art, sai novamente do convencional com as Union Jack Recolored,  as inconoclásticas bandeiras britânicas em versões de cores irresistíveis, confeccionadas a partir de tapetes orientais antigos e super estonados, que são descoloridos e recoloridos e resultam em tapetes incríveis! São pura pop art aplicada à decoração, em peças para serem usadas no chão, em paredes… Um charme!

O lançamento mundial pode ser encontrado também aqui no Brasil, na Phenicia Concept (Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1950, Tel. 30612666 e no Shoping D&D, Tel. 30439365).

Foi inaugurada ontem, na Alemanha, a exposição Joalheria Brasileira, inspirada no livro homônimo de Mariana Magtaz, também curadora da mostra.

Durante 5 anos, a autora pesquisou mais de 1.300 designers de todos os estado do país e selecionou 110 deles para o livro. A exposição, que integra o Circuito Cultural da Alemanha traz peças de 55 artistas contemporâneos e uma seleção de fotos de jóias antigas, da fase do Império.

A exposição ressalta claramente que a joalheria brasileira está, cada vez mais, baseada nos mais diversos aspectos de nossa cultura, buscando inspiração nas artes plásticas, arquitetura e vários aspectos da cultura popular, principalmente no que diz respeito ao uso de materiais como madeira, aço e palha, entre outros. E essa versatilidade é muito valorizada fora do país, em especial na Europa, mas o consumidor brasileiro parece estar acompanhando essa tendência.

Entre os artistas selecionados está a publicitária Thais Guarnieri, talento brasileiro incomparável na arte da Filigrana e cujas obras já foram objeto de diversas exposições dentro e fora do país. Para quem não conhece, a filigrana é uma técnica em que o ourives trabalha delicadamente grãos e fios de prata e ouro, criando arabescos e linhas sinuosas com o aspecto de rendas, em um trabalho manual que exige muita técnica e paciência do artesão na criação das peças, que são únicas.

Mais uma vez o talento brasileiro está sendo reconhecido no exterior. Nossos artistas, definitivamente, merecem nosso aplauso.

A semana de moda de Nova York terminou na última 5a. feira, e chamou atenção por trazer roupas sem grandes invenções, mas não sérias, um tanto comerciais, mas com um “ar de festa” – antagonismo puro, o tempo todo.

Mas os desfiles internacionais estão apenas começando – Londres está a pleno vapor!! Mesmo assim,  já dá para termos uma idéia de quais foram as duas principais tendências: o esportivo, um sportswear revisitado, meio conectado ao hip-hop, e o africanismo.

O macacão apareceu muito, em diversos estilos, tecidos e comprimentos, para “facilitar” a vida de quem usa, assim como os “conjuntinhos”, recorrentes em diversas coleções. Os anos 20 foram o influenciador maior no quesito feminilidade, enquanto estampas com traços e grafismos, remetem à art déco…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em poucas horas estará no ar o mais novo site de e-commerce de luxo brasileiro, o The Boutique, dos ex-Daslu Li Camargo e Mariana Penteado, em sociedade com José Ricardo Rezek e Zhu Xiao Yang. Os dois consultores uniram seus conhecimentos no setor para criar o site, que trará mais de 60 marcas, além de informação de moda e tendências, com sugestões de combinação das peças.
O lançamento oficial do The Boutique se dará em um encontro que começa hoje às 11hs, no Baretto (rua Vittorio Fasano, 88).

A semana de moda da Milão terá um acontecimento concomitante aos desfiles: uma restrospectiva do trabalho de Marc Jacobs na Louis Vuitton. Jacobs está na grife desde 1998, quando deixou a Dior, mas há rumores de que o estilista estaria deixando a LV. Segundo o site The Daily, Bernard Arnault, presidente do conglomerado LVMH, estaria tirando Marc da Louis Vuitton para colocá-lo Dior, já que as duas grifes pertencem ao grupo. O cargo de diretor criativo da Dior está vago desde a demissão de John Galliano, em março.

Bem, a mostra terá curadoria da stylist Katie Grand, e contará com peças de mais de 70 coleções sob a coordenação de Marc. A exposição, que terá início em 22 de setembro, casa com a rebertura a loja da grife na Via Montenapoleone (que será em 21/09).

Tradição renovada

30/08/2011

Os carrés da Hermès são clássicos da marca! Mas sempre há espaço para modernizar e dar um toque contemporâneo… Então a grife chamou o grafiteiro francês Kongo para criar a série Graff para sua coleção de inverno, com desenhos e cores super urbanas. E ainda tem o lado social, já que parte da renda será revertida para a Kosmopolis, ONG criada pelo próprio Kongo, voltada a ajudar jovens artistas de rua.

Guerra pelo luxo

22/08/2011

Parece que o chamado “Quadrilátero do Luxo” está perdendo cada vez mais grifes que estavam exclusivamente ali instaladas. Dessa vez é a Cartier, que anunciou a abertura da flagship da marca no Cidade Jardim em 2012. O fechamento da loja da Haddock Lobo não foi confirmado mas, pelo que se tem notícia, o espaço nos Jardins não será mais ocupado. Além disso, está prevista uma expansão de lojas em shoppings, a exemplo de sua concorrente Tiffany. Até a Dior, tradicional no bairro, abrirá loja também no Cidade Jardim.

A verdade é que nesse ano diversas grifes anunciaram sua chegada no Brasil, caso da Balmain, Lanvin e Balenciaga. E, em 2012, com a abertura do JK, do grupo Iguatemi, outras grifes aportarão por aqui (ou se expandirão), como a Topshop e a Gucci. E um Cidade Jardim menor também deverá ser erguido, conforme anunciado pela JHSF.

Mas o charme da Oscar Freire ainda seduz muita gente – além de atrair turistas, que se aglomeram nos cafés e restaurantes. Então vamos esperar os próximos movimentos para ver quem vai vencer essa batalha no final…

Menina dos olhos das marcas internacionais, o Brasil recebe cada vez mais grifes de luxo. A primeira delas é a Marc Jacobs, que abre sua segunda loja no país, dessa vez no Shopping Iguatemi (a primeira loja fica na Rua Haddock Lobo), espaço também ecolhido pela Bottega Veneta, estreante por aqui.

A direção do shopping divulgou que as lojas devem ser inauguradas até o final do ano. E, a julgar pelo interesse de François-Henri Pinault, dono do PPR (conglomerado que detém marcas como Gucci, Alexander McQueen e Balenciaga), quando esteve no país em 2010, mais novidades devem pintar em breve por aqui, começando com mais lojas da própria Gucci.

%d blogueiros gostam disto: