Fashion Rio – Verão 2011 – Dia 6

01/06/2010

Veja o que rolou no último dia de desfiles:

Triya

Estreante desta edição do Fashion Rio, a grife de beachwear Trya veio “desbravar” a savana com sua coleção verão 2011, e veio levar a “selva” à passarela, com muita cor e estampas animais em 35 looks.

Isabela Fruigiuele, diretora criativa da grife, usou a lycra como tecido chave; e ela foi rasgada a laser, tricotada e colorida em tie-dye. Em cortes angulosos, transformou-se em hotpants, numa coleção feita para mulheres que gostam de bronze e água salgada, sem enfeites nada práticos.

Lucas Nascimento

O tricoteiro Lucas Nascimento mostrou um verão pesado e sombrio, meio cara de europeu, inspirado na poesia angustiada de Laurie Anderson. Usou tecidos sintéticos e inteligentes, construindo tricôs elaborados, finos, quase transparentes, como se fosse um tule. Há diversas estampas e texturas na trama, em preto e cinza ou em verde e preto.

Os vestidos e saias têm comprimentos midi, as mangas são 3/4; as calças ganham modelagem cigarrete e há macaquinhos de ciclista. Tem saiotes, aventais, bustiês, tops e babados.

Andrea Marques

Em sua coleção de verão, Andrea mostra muitas saias evasês e vestidos godês de algodão e linho, ora mais estruturados, ora fluidos, com estampas de vegetação, botões de madeira e cintinhos de lona. Na maioria, os vestidos surgem com mangas raglan , os shorts são curtos, de cintura alta e recortes jogging; há barriga à mostra de novo, há rendapeças teladas, bordadas de penas e  um pouco de brilho.

Têca

Em uma coleção muito gostosa, Helô Rocha mostrou uma coleção em que os opostos são deliciosamente mesclados: masculino e feminino, dureza e suavidade, em uma cartela de verde militar, verde claro, cáquis, azuis e goiaba, além do branco das rendas (de bilro e renascença).

Há algumas estampas – os camuflados militares e poucos florais -, em vestidinhos leves e veranis, combinados as jaquetas militares e sandálias pesadas, e as calças têm modelagem evasê. Os tecidos são o linho, a seda metalizada, a sarja e o algodão suíço.

New Order

O desfile da New Order parecia um jardim super colorido, mas nadas sutil: a estilista Marianna Arnisaut pensou em flores carnívoras, com espinhos, insetos e nada romântica. Elementos do camping são utilizados para complementar a história. Mosquetão e cordas esportivas são usados como cadarço para os tênis e sandálias ou como alça para as mochilas e bolsas. As estampas são florais, as cores são fortes; há metalizados, mochilões e saquinhos.

Isabela Capeto

Em sua volta ao Rio de Janeiro, Isabela Capeto trouxe um clima havaiano, inspirado na cor azul e mais uma explosão de cores: os primeiros looks são azuis, leves, transparentes e bordados; são enfeitados por conchas, búzios e corais, e ganham pegada mais hippie com as moedas e franjas. Tudo combinado com sapatos ora bem masculinos, ora com  solado anabela de corda. Os florais não faltaram nem aqui, e são baseados no hibisco

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: