Você já ouviu falar em… gagaísmo?

30/03/2010

É fato que desde a era Madonna, ninguém havia juntado tantos seguidores fashion quanto Lady Gaga. Sim, além dos hits que agitam as pistas, os figurinos abusados da moça deram origem a uma espécie de “religião” prontamente apelidada de gagaísmo! Tudo devidamente planejado pela seu stylist, o nipo-italiano Nicola Formichetti, que é o stylist-chefe da Haus of Gaga, um coletivo que cuida das direção artística das turnês da cantora, além de cuidas dos figurinos usados pela star  nos shows, entrevistas, festas e demais compromissos.

Os delírios fashion de Gaga baseiam-se em lingeries à mostra, meias rendadas, hotpants, acessórios non-sense e looks com cara de fantasia. O stylist conseguiu misturar, por exemplo, Chanel e Viktor & Rolf para compor o figurino da cantora no videoclipe Telephone

Para escolher as peças, Formichetti adota algumas regras de estilo e atitude que organizou em dez “mandamentos” para o jornal Folha de São Paulo, conforme publicado na edição do último dia 26/03, em matéria da jornalista Vivian Whiteman. São regras que ficam entre a futilidade, o deboche e uma boa pitada de diversão fashion.

E, apesar da maneira espalhafatosa com que se veste, Lady Gaga é cobiçada pelas maiores grifes do mundo, que querem associar suas marcas ao fenômeno pop do momento. A imagem de Gaga corresponde, de certa forma, ao sonho dourado da indústria fashion: uma mulher disposta a usar qualquer loucura criada pelos grandes estilistas.

Os mandamentos são esses, tirados diretamente do jornal:

1. Sinta-se livre para ser “freak” e desavergonhada

2. Esteja sempre fabulosa, nem que seja para dar uma volta com o cachorro. Trocar de roupas tem de ser, antes de tudo, uma diversão: pratique

3. Guie-se pelo sagrado triângulo do estilo: moda, música pop e arte

4. Aprecie os clássicos do passado, mas sempre aumente mil graus na ousadia

5. Siga os mestres das imagem: inspire-se nos grandes fotógrafos de moda

6. Pratique o dadaísmo fashion. Não importa se não faz sentido, é divertido usar um telefone na cabeça ou um chapéu de lagosta durante o jantar

7. Projete mensagens visuais impactantes através de suas roupas

8. Banque o seu look, porque o show tem que continuar

9. Os “monstrinhos”de hoje serão os reis e rainhas do estilo de amanhã

10. Não se contente com a cópia: escreva sua própria história

Bem, para quem tiver coragem e quiser se inspirar, eis alguns endereços interessantes para encontrar peças condizentes com o “gagaísmo”:

American Apparel (R. Oscar Freire, 433 – 11 3894-3888)

Samuel Cirnansk (R. João Moura, 287 – 11 3891-1733)

Rocha Chá (Morumbi Shopping, Av. Roque Petroni Junior, 1098 – 11 5182-5125)

Gloria Coelho (R. Bela Cintra, 2173 – 11 3085-6671)

Boom Box (Galeria Ouro Fino, R. Augusta, 2690 – 11 3061-3772)

Fernando Pires (R. da Consolação, 3534 – 11 3068-8177)

Mac (Shopping Iguatemi, Av. Brig. Faria Lima, 2232 – 11 3815-5011)

Fernanda Yamamoto (R. Aspicuelta, 441 – 11 3032-7979)

Rua 25 de Março (Região Central)

Wolford (Shopping Iguatemi, Av. Brig. Faria Lima, 2232 – 11 3032-5800)

Para quem é verdadeiramente fashion victim, não há tempo a perder…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: